segunda-feira, 5 de julho de 2010

Como pintar maçã vermelha

 
Risco

 O que você precisa saber: Pintar formas redondas, pintar folhas e pintar miosótis. Se não sabe ou deseja ver mais detalhes, visite o marcador "Como  pintar".

Materiais: pincéis de pelo de porco, lixados, números 04 ( para os miosótis) e 12 (para maçã e folhas), pincel de pelo de marta número 0 (para o cabinho da maçã e detalhes dos miosótis). Tecido de algodão.


Os dois pincéis abaixo são de pelo de porco, número 12. O da esquerda foi lixado. É possível comprar pincéis já lixados, ou comprar os não lixados e lixá-los em casa. Na revista Bia Moreira (AnoVII, Nº 66, 2005), além das pinturas maravilhosas da Bia, há uma matéria particularmente interessante, entitulada "Manual do Método Biônico",  com  um passo a passo bem explicadinho de como lixar pincéis e mais: passo a passo dos movimentos básicos e complementares do Método Biônico. Vale a pena conferir.


Tintas Acrilex, nas cores:
Maçã: amarelo ouro, amarelo limão, vermelho fogo, vermelho escarlate, vinho, verde maçã (ou verde pistache), sépia, marfim, branco.
Folhas: verde pinheiro, azul marinho, vinho, amarelo limão.
Miosótis: azul caribe, branco, amarelo ouro, sépia.

 Assim como em receitas culinárias, quando alguém diz: um macinho de cheiro verde, uma pitada de pimenta ou uma xícara de castanhas moídas... a quantidade exata é difícil determinar. Eu raramente uso as cores puras, quase sempre misturo um pouquinho de outra cor. Por isso é complicado dizer o quanto usei de cada tinta. Eu sugiro que você coloque as cores indicadas para a fruta num prato e experimente num pedaço de pano de rascunho. O mesmo para as folhas, a sombra da maçã e os miosótis. Teste, experimente suas próprias misturas, com áreas maiores ou menores de luz e sombra. Pinte do seu jeito, no seu estilo.

Então, vamos lá: Para área de luz, usei amarelo ouro misturado com amarelo limão e marfim. Depois vim com o vermelho fogo e um tiquinho de vermelho escarlate (meio tom), cobrindo delicadamente a área iluminada.

Com o verde maçã, misturado com o amarelo limão e um tiquinho de vermelho, fiz a área esverdeada em que se encaixa o cabinho da maçã. Com o vinho, delicadamente fiz a sombra da maçã. Quando digo "delicadamente", quero dizer sem pincelar muitas vezes no mesmo lugar. Deixe as estrias, as marcas do pincel aparecerem.

Fui escurecendo aos poucos e, quando achei que a sombra estava adequada, fiz o cabinho da maçã com sépia.

Iluminei o cabinho com marfim e um tiquinho de verde maçã. Também achei que daria um toque especial fazer a sombra do cabinho sobre a maçã. E fiz. Depois, marquei com cor de rosa (branco com um pouquinho de vermelho) o local do brilho. Fiz o brilho com branco.

Variando a mistura de verde pinheiro com azul marinho e verde pinheiro com vinho, fiz as sombras das folhas. Para luz usei amarelo limão. Na última imagem, aparece uma manchinha vermelha na folha. Foi sem querer. Poderia ter arrumado, mas deixei. Às vezes vele a pena arrumar um detalhezinho, às vezes não.





Feitas a folhas, pintei a sombra da maçã, com a mistura das tintas que estavam no prato (verde, azul e vinho).

Antes de fazer os miosótis, que tal um treino? Estes não foram feitos sobre uma mancha, como mostrado no marcador "Como pintar - miosótis e flores de fundo". Primeiro fiz alguns raminhos com o pincel de pelo de marta número 0. Para pintar as flores, usei um picel de pelo de porco número 04, que aparece nas fotos abaixo. De um lado do pincel coloquei azul caribe; do outro lado, branco. Com o pincel em pé, com o branco para cima, fiz a primeira pétala.

Também poderia colocar a tinta em um só lado do pincel, metade azul e metade branco, como na imagem central abaixo.

Com as sobras de tinta do pincel fiz as florzinhas mais distantes. Com amarelo ouro (luz) e sépia (sombra) pintei os miolinhos das flores. Fiz as flores variando o lado em que colocava o azul e o branco.

Depois do treino, dá para voltar à pintura da maçã  e pintar os miosótis. E o estudo de hoje está pronto. =)

Já que estamos falando em maçãs, este foi mais um exercício. As cores são as mesmas utilizadas para a maçã vermelha. Só troquei o verde maçã por verde pistache e também usei verde oliva, além do verde pinheiro.

Risco

E volto a dizer: ter um rascunho é muito bom. A gente pode recortar aquilo que gostou e fazer uma aplicação em alguma peça, como capas para galão de água, liquidificador etc... Ou, quando o rascunho estiver cheio de pinturas, com todos os erros e acertos, a gente pode fazer um biquinho de crochê e usar para cobrir alimentos... Meu  rascunho está assim... Faça o seu. Ajuda a praticar e, se você errar, não tem problema, você é livre para fazer seus testes com cores e formas. Divirta-se.
 

3 comentários:

  1. Olá,achei seu blog maravilhoso...Dividir o que aprendemos com os outros...é uma virtude!!
    Parabêns...Já sou sua seguidora...Quando tiver um tempo...faz uma visita pra mim...Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Nety

    Agradeço seu carinho. :)

    Deixe o endereço do seu blog para que eu possa visitá-la. No seu perfil não há link para o seu blog.

    Bjos

    ResponderExcluir